Profissões com demanda que só exigem curso técnico

A graduação não tem sido a única forma de conseguir se preparar para o início de uma profissão. O curso técnico também é uma base bem estruturada, e que possibilita grandes cargos em uma instituição. Tanto, que algumas vagas dependem apenas da formação técnica. Seja para setores industriais, farmacêuticos, comercial e da saúde.

Por que iniciar um curso técnico

Nos últimos tempos, a busca pela formação técnica tem crescido cada dia mais. As pessoas interessadas em ter uma formação profissional, consideram o curso técnico como uma boa forma de se aperfeiçoar.

Diferente da graduação que costuma durar em torno de 4 anos, o técnico se forma em até 2 anos. Não são dispensadas as aulas teóricas, mas há prioridade para o conhecimento prático.

Outro ponto interessante é que existem alternativas de curso em diferentes segmentos. Contemplando áreas de atuação que atendem a demanda de mercado do país.

Vale lembrar que existe diferença entre a formação como técnico ou tecnólogo. Sendo que o tecnólogo tem graduação superior, exige a finalização do Ensino Médio e possuem cerca de 3 anos de duração.

Profissões que exigem curso técnico

Devido ao crescimento das contratações nessa categoria, muitas das profissões têm se consolidado no mercado. Inclusive, recebendo salários superiores que os graduados do ensino superior.

Dentre as opções de cursos e cargos que exigem apenas o curso técnico, foram considerados pelo portal Guia da Carreira as melhores opções (com salários atrativos):

  • Técnico em Programação de Jogos Digitais;
  • Técnico em Logística;
  • Técnico em Recursos Humanos;
  • Técnico em Seguros;
  • Técnico em Contabilidade;
  • Técnico em Marketing;
  • Técnico em Segurança do Trabalho;
  • Técnico em Mecânica;
  • Técnico em Enfermagem;
  • Técnico em Estética.

Das áreas mencionadas, o maior rendimento tem a média de 12 mil reais e o menor salário é de 3,8 mil reais.

Escolas de ensino técnico

Boa parte dos locais que oferecem formação no nível técnico são instituições privadas. Mas, há programas e iniciativas do Governo Federal ou Governo do Estado que possibilitam os estudos gratuitos dentro desse segmento.

Um exemplo de formação sem nenhum tipo de custo é através da FAETEC inscrições 2020. O local, presente em 51 cidades do estado do Rio de Janeiro, permite a iniciação de cursos técnicos gratuitos.

Entre outros, também são nacionalmente conhecidos por sua excelência de formação dos profissionais deste nível:

  • ETEC’s – estado de São Paulo, oferece formação gratuita;
  • SENAC – cursos voltados ao setor de comércio;
  • SENAI – cursos voltados ao setor da indústria.

O início da preparação profissional pode ser feita em conjunto com o Ensino Médio, possibilitado a conclusão do curso logo após o fim da escolaridade.

Quem pode abrir uma ONG?

Você já ouviu falar nas ONGs? Provavelmente, ai na sua cidade devem existir alguns inciativas deste tipo e elas são muito importantes para a sociedade. Se você concorda com os projetos dessas instituições e gostaria de fazer um trabalho semelhante, veja no texto abaixo quem pode abrir uma ONG.

O que é uma ONG?

Você sabe que ONG é a sigla para Organização Não Governamental? Isto quer dizer que não é o governo que sustenta financeiramente uma instituição como essa, pois afinal, ela não possui fins lucrativos.

As ONGs tem o objetivo de minimizar ou dar suporte social para determinada região, isto através de projetos sociais, doações e acolhimento. Por isso, este tipo de instituição é fundamental para cada cidade, trazendo o objetivo de sanar graves problemas sociais.

A atuação dessa proposta pode focar em diversos aspectos da sociedade, por exemplo: saúde precária, violência doméstica, conscientização por alguma causa, defesa dos animais, defesa dos direitos humanos, entre outros.

Como funciona?

Apesar de possuir fins lucrativos e não estar diretamente ligada ao Governo, as ONGs atuam no setor público, servindo diretamente as pessoas.

A ONG será administrada geralmente por um grupo de pessoas com o mesmo objetivo para com a sociedade. Como ela não pode cobrar pelos serviços prestados, a instituição irá depender de doações e apoio financeiro.

A maioria das ONGs conta diretamente com pessoas que contribuem todo mês com determinado valor. Assim, a garantia do seu funcionamento parte de outras pessoas que também querem participar da causa.

Qual o propósito?

Como foi mencionado, a ONG tem o propósito de solucionar ou agir a favor da causa que defende. Esses problemas podem ser provenientes de uma cidade ou até mesmo do meio ambiente em geral.

São muitas as propostas que uma ONG pode possuir, mas o principal propósito é auxiliar as pessoas ou seres vivos que precisam de algum tipo de apoio ou ajuda.

Quem pode abrir uma ONG?

O primeiro passo para fundar a sua ONG é decidir se ela será chamada de “associação” ou de “fundação”. A associação será mais simples nas exigências, enquanto a fundação irá solicitar a declaração de um patrimônio inicial.

Decidido esta parte, você deve se certificar de que o seu Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) esteja regular, pois a sua associação ou fundação será registrada nele.

Também será preciso redigir todo o funcionamento e proposta da ONG é um regulamento oficial, sendo assim, você poderá registrar a sua proposta em cartório e começar a atuar.

7 pastores que ganharam destaque como grandes escritores

Muitos pastores possuem grande sabedoria e força de expressão, por isso, há uma grande quantidade de pastores que se tornaram também escritores. Grandes obras do mundo religioso foram escritas por pastores destaque em seu meio. Veja a seguir 7 pastores que fizeram sucesso como escritor e conheça um pouquinho de suas obras:

1. Max Lucado

Max Lucado é um pastor evangélico norte-americano que alcançou sucesso como escritor. Ele foi o aturo de mais de 50 títulos e vale mencionar que todos foram líderes de vendas nas livrarias. O pastor foi responsável por obras incríveis que lhe renderam o título do  Livro Cristão do Ano da Evangelical Christian Publishers Association.

2. Ciro Sanches Zibordi

Ciro Sanches Zibordi é um pastor que defende a presença da palavra de Deus em obras religiosas, e usso esse principal em seus títulos. O pastor teve grande prestígio como autor, sendo escritor do livro Autoajuda ou Ajuda do Alto”.

3. John Stott

Sendo um britânico de grande prestígio para a igreja, John Stott foi um teólogo anglicano e também pastor. Suas obras possuem um teor histórico considerável. O autor lançou títulos famosos como “A Cruz de Cristo”.

4. C.S. Lewis

Lewis é de origem britânica, mas a sua obra chegou a vários lugares. Além de seu poder religioso, ele também se destaca como escritor, crítico literário e poeta. Clive Staples Lewis lançou títulos como “A Alegoria do Amor: um Estudo da Tradição Medieval”.

5. Caio Fábio

Caio Fábio é um nome muto importante no meio religioso. O autor deixou de atuar como pastor, mas continuou disseminando a sua palavra através de suas obras. Fundador da Associação Evangélica Brasileira (AEVB), ele publicou livros como “O Caminho Para Prevalecer Sobre As Promessas Enganosas”.

6. Manoel Abidias

Autor da obra de sucesso ““Família, prioridade de Deus”, o Pastor Manoel Abidias  tornou-se bastante influente entre o seu público. O seu livro é relativamente novo se comparado à outras obras, mas já possui um prestígio considerável e relata a importância da família. O pastor brasileiro atua na Igreja Batista Sham.

7. João Rainer Buhr

O Pastor João Rainer Buhr é um líder religioso brasileiro, ele atua na Igreja Evangélica Menonita de Curitiba. Ele ficou conhecido por sua obra “O Sofrimento do Pastor”, que aponta uma outra visão para a formação e atuação deste servidor na sociedade. A obra é muito interessante, trazendo alertas de como alguns pastores passam por depressão. Toda a sua obra é baseada em muito estudo e pesquisa.