Quem pode abrir uma ONG?

Você já ouviu falar nas ONGs? Provavelmente, ai na sua cidade devem existir alguns inciativas deste tipo e elas são muito importantes para a sociedade. Se você concorda com os projetos dessas instituições e gostaria de fazer um trabalho semelhante, veja no texto abaixo quem pode abrir uma ONG.

O que é uma ONG?

Você sabe que ONG é a sigla para Organização Não Governamental? Isto quer dizer que não é o governo que sustenta financeiramente uma instituição como essa, pois afinal, ela não possui fins lucrativos.

As ONGs tem o objetivo de minimizar ou dar suporte social para determinada região, isto através de projetos sociais, doações e acolhimento. Por isso, este tipo de instituição é fundamental para cada cidade, trazendo o objetivo de sanar graves problemas sociais.

A atuação dessa proposta pode focar em diversos aspectos da sociedade, por exemplo: saúde precária, violência doméstica, conscientização por alguma causa, defesa dos animais, defesa dos direitos humanos, entre outros.

Como funciona?

Apesar de possuir fins lucrativos e não estar diretamente ligada ao Governo, as ONGs atuam no setor público, servindo diretamente as pessoas.

A ONG será administrada geralmente por um grupo de pessoas com o mesmo objetivo para com a sociedade. Como ela não pode cobrar pelos serviços prestados, a instituição irá depender de doações e apoio financeiro.

A maioria das ONGs conta diretamente com pessoas que contribuem todo mês com determinado valor. Assim, a garantia do seu funcionamento parte de outras pessoas que também querem participar da causa.

Qual o propósito?

Como foi mencionado, a ONG tem o propósito de solucionar ou agir a favor da causa que defende. Esses problemas podem ser provenientes de uma cidade ou até mesmo do meio ambiente em geral.

São muitas as propostas que uma ONG pode possuir, mas o principal propósito é auxiliar as pessoas ou seres vivos que precisam de algum tipo de apoio ou ajuda.

Quem pode abrir uma ONG?

O primeiro passo para fundar a sua ONG é decidir se ela será chamada de “associação” ou de “fundação”. A associação será mais simples nas exigências, enquanto a fundação irá solicitar a declaração de um patrimônio inicial.

Decidido esta parte, você deve se certificar de que o seu Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) esteja regular, pois a sua associação ou fundação será registrada nele.

Também será preciso redigir todo o funcionamento e proposta da ONG é um regulamento oficial, sendo assim, você poderá registrar a sua proposta em cartório e começar a atuar.